Há quanto tempo já existe cárie em humanos?

As bactérias da cárie têm colonizado humanos desde que ele conquistou os continentes da África há mais de 100 mil anos. Pesquisadores americanos decodificaram o pedigree do patógeno Streptococcus mutans. Todas as cáries conhecidas hoje têm um ancestral comum.

100.000 anos juntos: cáries e pessoas

60 cepas bacterianas estudadas Page Caufield da New York University. Eles vieram de amostras de saliva da China, Japão, África, EUA, Suécia, Austrália, Brasil e Guiana. Ao analisar as impressões digitais genéticas, os cientistas conseguiram entender com precisão a história das bactérias.

De onde vem o patógeno?

A origem do patógeno está na África, muito parecida com o berço do homem moderno. Os cientistas concluíram que a maioria dos micróbios migrou para a Ásia com os humanos. Um grupo menor se separou e se mudou para a Europa.

No futuro, os cientistas querem completar o pedigree com os ramos americano e australiano. O desenvolvimento dos agentes patogênicos da cárie confirma a teoria de que o homem se mudou da África para a Ásia e, mais tarde, se estabeleceu no mundo.

Como é feita a transferência?

"Streptococcus mutans" é encontrado em quase todas as pessoas na boca. Geralmente é transmitido para o bebê através da saliva da mãe e se instala nos dentes.

Compartilhe com amigos

Deixe seu comentário