Unhas saudáveis ​​- uma questão de tato

As mulheres adoram belas unhas sólidas. Como uma peça de joalharia, alguns colocam as pontas dos dedos sob os holofotes: pintam as unhas de cor, decoram-nas com pedras cintilantes ou pequenos anéis. Essa criatividade e paixão já eram compartilhadas por mulheres ricas da antiguidade, que decoravam suas longas unhas com ouro e jóias para expressar sua posição social. O comprimento das unhas era um símbolo de status naquela época, com a mulher mostrando que não precisava fazer nenhum trabalho manual pesado.

Hoje é menos o comprimento do que a aparência pura das mãos e unhas no primeiro plano. A natureza de nossas unhas revela muito sobre nossa personalidade, se trabalhamos no escritório ou no artesanato, se estamos nervosos e mastigando unhas, e como exatamente cuidamos disso. Mas tome cuidado com inferências muito rápidas: unhas rasgadas e quebradiças - uma falha que afeta cada segunda mulher - não são necessariamente sinais de falta de higiene.

alterações nas unhas

As alterações nas unhas também podem ser causadas por doença ou simplesmente causadas por cuidados inadequados. "O verniz para unhas, o removedor de tinta e o In-Form-Bring exagerado atacam permanentemente a superfície da unha, que não só tem aparência desagradável, mas também pode levar à inflamação", explica Maria Schwormstedt, médica da Techniker Krankenkasse (TK). Por exemplo, a poda comumente praticada da cutícula é veneno para as pontas dos dedos, porque as pequenas lesões podem fazer com que as bactérias invadam e causem infecções.

Pessoas com diabetes em particular devem ter cuidado, pois são mais propensas a inflamações. Mesmo aqueles que trabalham no jardim com freqüência e lidam com água ou detergentes, as bactérias têm um jogo fácil. Porque o contacto constante com a água faz com que o tecido das unhas inche, fazendo com que percam a sua resistência e se tornem quebradiças.

Compartilhe com amigos

Deixe seu comentário